Sonhando com uma nova realidade para a HQ nacional

 

 

 

Hoje acordei com este sonho na cabeça. Que tinha como parceiro uma produtora de audiovisual e uma empresa de games.

Que juntas, estaríamos trabalhando em uma narrativa envolvendo HQ, filme e game. Que teríamos mais editais para esse tipo de convergência entre as mídias em todos os Estados.

Sonhei que teria um acesso ao crédito, melhor, mais fácil e menos burocrático para a produção da HQ e que facilitasse essa produção e distribuição.

Sonhei que mais pessoas estariam participando de crowdfunding e que essa participação também permitisse o desconto no Imposto de renda pessoa física, como forma de fortalecer a economia criativa, ainda tão insossa e perdida entre papeis burocráticos por parte de nossos governos.

Neste meu sonho, um grande plano de ação para fomento à leitura nas escolas, envolvendo HQ’s independentes, oficinas e conversas com autores.

Um programa junto a APEX Brasil para exportar o quadrinho nacional com intercâmbios internacionais e maior participação em feiras de negócios e busca por parcerias estrangeiras., levando o nosso produto para os quatro cantos do globo, mostrando a nossa cultura, o nosso modo de ver e interpretar a realidade.

Neste meu sonho, não estaríamos exportando apenas ilustradores, mas roteiristas também. Com incentivos fiscais para empresas que produzissem e distribuíssem quadrinhos nacionais no Brasil.

No meu sonho, teríamos mais brasileiros participando de prêmios internacionais com a mesma paixão que temos quando torcemos pelo nosso futebol numa copa de mundo.

No meu sonho, abrir e fechar uma empresa seriam bem mais simples e o investimento para captar recursos e produzir quadrinhos junto a bancos e financeiras, também.

E tudo isso como parte de um planejamento estratégico para licenciar e exportar nossos produtos dentro da cadeia produtiva mundial da economia criativa.

Com políticas fiscais para editoras e mais editais para autores que trabalhassem com o quadrinho nacional capaz de desenvolver projetos para outras mídias, exportando para o mercado estrangeiro.

Como transformar esse sonho em realidade? Quadrinhos brasileiros cada vez mais fortes no Brasil e ganhando o mercado exterior?

Siga nossas redes sociais e acompanhe nossos projetos de quadrinhos nacionais, todos feitos por meio do crowdfunding.

Deixe um comentário