Saiba definir estratégias para patrocínio de projetos culturais

pexels-photo-110473

Patrocínio de um projeto cultural é mais do que uma arte; é um planejamento que deve começar já no período em que o projeto está sendo analisado para aprovação.

Nesse período, é importante estruturar um mapa para captação de recursos.

Utilize, de preferência, uma planilha, marcando as empresas que você pretende apresentar com datas para contato e retorno.

Mantenha sempre atualizada a planilha.

Saiba que a captação ainda é um grande problema e que deve ser feito com muito planejamento e o máximo de antecedência possível.

Não descarte o crowdfunding, mas antes, saiba como utilizar também junto ao processo de captação de recursos, nem que seja para cobrir uma parte da divulgação, por exemplo.

Com o crowdfunding, você terá contato direto com pessoas que estão engajadas com seu produto cultural.

É uma base de fãs que você precisa dar atenção e manter.

Imagine que você consiga construir uma base de fãs que seja capaz de financiar seus projetos, não seria legal?

Isso já é realidade para muitas pessoas e é uma tendência para os próximos anos.

Mas voltemos para outras estratégias.

é importante perceber que seu projeto é um ativo para a empresa patrocinadora, ou seja, deve ser entendida como uma solução.

É uma dura realidade, ainda mais se for o próprio artista que está à frente no processo de captação, pois são visões diferentes para um mesmo objeto, o produto cultural.

Como uma solução para a empresa que vai patrocinar, é preciso ir além da divulgação da marca em panfletos, redes sociais etc.

É preciso estudar as empresas que você vai buscar patrocínio, por isso leva tempo, por isso deve ser feito já no período de processo de análise e aprovação do projeto.

Não espere a aprovação para depois realizar a captação.

Faça pesquisa e entenda que seu projeto, uma vez aprovado, para uma empresa patrocinadora vai ser uma espécie de ferramenta para resolver algum problema que ela estiver passando.

Algumas empresas divulgam balanço patrimonial para seus acionistas, por exemplo.

Procure por esses balanços para saber se possuem recursos para investimentos na área cultural; são sempre divulgados em jornais e nos seus próprios sites.

Se a empresa tiver passando por dificuldades nem vale a pena procurar contato.

Isso economiza tempo para que você possa gastar com as que valem a pena contactar.

Uma outra coisa: existem várias empresas capes de patrocinar, portanto, cuidado com a concorrência entre elas quando for apresentar seu projeto.

Divida as empresas por setores industriais, pois assim você não terá problemas e procure saber quais estão com maior demanda, estão investindo mais.

E, é muito importante, tenha um modelo de apresentação que possa ser adaptado de maneira rápida para que você não perca tempo na formulação.

Empresas possuem demandas diferentes e você precisa ter uma apresentação adaptável para cada uma delas.

Estude os sites das empresas e procure saber nas redes sociais que tipos de projetos foram patrocinados, assim como o público alvo, seus clientes.

Você está definindo estratégias para o patrocínio do seu projeto cultural?

Tem alguma dica para compartilhar conosco?

Se ficou interessado por mais informações, envie um e-mail para contato@primalstudio.com.br

Somos uma produtora cultural com projetos aprovados.

Assine a nossa newsletter e nos acompanhe nas redes sociais.

Deixe um comentário