Os 4 pontos cruciais no planejamento de patrocínio para os produtores culturais

startup-photos

Neste artigo, apresento 4 pontos cruciais no planejamento de patrocínio para os produtores culturais.

A palavra-chave é planejamento, desde o início até o fim; e persistência, pois é um caminho duro e muitas vezes a vontade de desistir é enorme, assim como o desânimo.

O tempo vai passando, os contatos não retornam, e a ideia de que o projeto não vai decolar começa ganhar força.

O importante é: não desista do seu projeto.

Procure sempre por alternativas e formas de captação que possam complementar, quando possível.

Saiba utilizar melhor sua rede de contatos, estude mais sobre marketing e entenda que seu projeto é um ativo que pode ser aproveitado por empresas.

Vamos aos 4 pontos cruciais:

1 – Levantamento estratégico. Este é o momento em que o projeto ainda está em trâmite processual que você deve aproveitar para planejar qual é o público alvo do seu projeto, avaliar o que seu projeto pode contribuir para as empresas em termos de retorno financeiro (e de marketing) e verificar seus recursos, que você tem disponível em termos de tempo, pessoas e finanças para o seu projeto;

2 – Planejamento. Você precisa montar um site e estabelecer quais são as redes sociais que você vai trabalhar. É muito difícil utilizar todas, melhor concentrar-se nas principais que são utilizadas pelo público alvo do seu projeto, até para ter mais informações quando for apresentar para as empresas.

É nesta fase que você vai pesquisar sobre as empresas que se relacionam com o público do seu projeto.

Também é aqui que você vai construir o seu marketing, um plano de ação que envolva cronograma e um mínimo de orçamento possível; atenção para o trabalho com a mídia: buscar influenciadores na sua área que possam divulgar seu trabalho na imprensa.

Algo que deveria ser feito, sempre, mas não é realizado: um documento Pre Mortem.

Um documento Pre Mortem, que poucas pessoas conhecem, é um relatório sobre cenários ruins ou péssimos que o processo de captação pode passar.

Elencar o pior cenário possível possibilita criar respostas e ações positivas, antecipando-se às situações;

3 – Execução. Este é o momento em que você simplesmente executa o trabalho, na busca por contatos, privilegiando, sempre o contato presencial para apresentação do seu projeto.

E-mails e telefonemas são pontes para a reunião presencial e negociação do patrocínio.

4 – Revisão. Algo bastante comum na área de games e que deve ser utilizado na busca por patrocínio: um documento Post Mortem.

Um documento Post Mortem é o relato de tudo que deu errado e tudo que deu certo.

É um parâmetro para futuros projetos.

Também é momento de avaliar o patrocinador, se vale a pena continuar ou buscar por outros.

Os pontos 1 e 2 devem ser prioridade enquanto o projeto está sendo avaliado; antes de ser aprovado, pois você economiza tempo e agiliza todo o processo para captação.

Você está montando um projeto cultural e planejando seu processo de captação?

Tem alguma dica para compartilhar conosco?

Se ficou interessado por mais informações, envie um e-mail para contato@primalstudio.com.br Somos uma produtora cultural com projetos aprovados.

Assine a nossa newsletter e nos acompanhe nas redes sociais.

Deixe um comentário