Mangá e Machado de Assis uma mistura brasileira

 

Teenage_girl_texting_while_reading_a_manga_1

 

Todos sabemos que o termo mangá significa história em quadrinhos em japonês. Contudo, há diferenças quanto ao quadrinho ocidental. Não apenas o modo de ler (da direita para a esquerda), mas, entre outras coisas, a utilização do papel jornal e o desenho em preto e branco que se tornaram símbolos do mangá. Muitos não sabem, mas no Pós-Guerra, em 1950, houve uma grande influência da indústria cultural americana na produção japonesa do mangá. Curiosamente, o processo inverteu-se nos anos 80 e 90, sobretudo. Nos quadrinhos, Frank Miller apresenta Ronin, pela DC, uma minissérie com grande influência japonesa e de grande sucesso. Mas há também Lobo Solitário, de Kazuo Koike e Goseki Kojima, publicado nos Estados Unidos com desenho de capa feito por Miller.

No Brasil, principalmente a partir dos anos 90, o mangá vem ganhando força cada vez mais, com centenas de títulos publicados. Há quem diga que hoje o mangá é o principal responsável pela formação do leitor de quadrinhos em nosso país. Polêmicas à parte, o mangá atualmente vem sendo assimilado de tal forma que temos hoje autores diversos que procuram imprimir a cultura brasileira na produção de mangá, com incentivos de editoras e, claro, o público já formado por esse tipo de produção. Em Machado de Assis: caçador de monstros, um projeto cultural aprovado pela Lei Rouanet, temos um mangá que certamente irá agradar o público leitor.

Machado de Assis: caçador de monstros é um mangá de 96 páginas em preto e branco, nos formatos impresso, audiobook e digital, com tradução para o inglês para que o mercado exterior digital de quadrinhos possa conhecer este produto brasileiro. É um projeto cultural aprovado pela Lei Rouanet (PRONAC 154741), através do Ministério da Cultura, com produção para este ano de 2016. Com roteiro de Marcelo Alves e arte de Sami Souza, temos um Machado de Assis diferente do que já conhecemos: em uma história de ação e aventura, jovem, convivendo com seus principais personagens consagrados em nossa literatura brasileira como Brás Cubas, entre outros. Para conhecer mais sobre esse projeto, visite www.primalstudio.com.br e curta nossa página em facebook.com/primalstudiobrasil.

Deixe um comentário