Como Machado de Assis caçador de monstros esta mudando nossa forma de atuar

Quando começamos as atividades da Primal Studio, em 2015, o objetivo era bem simples. Realizar projetos culturais por meio de editais e leis de incentivo à cultura.

De 2015 para lá, mudamos, mas nem tanto. Realizamos oficinas socioculturais e projetos para o mercado editorial por meio do crowdfunding.

O nosso grande projeto até o momento ainda é a HQ Machado de Assis: caçador de monstros. E por meio da parceria com a ONG Eh Aqui Doações estamos doando essa HQ para ONG’s, escolas e bibliotecas populares.

Tem sido muito maravilhoso! Que experiência! Nunca pensamos que poderíamos um dia estar visitando ONG’s e escolas falando sobre Machado de Assis.

O objetivo inicial, publicar uma história fictícia sobre um jovem Machado de Assis ao lado de seus principais personagens literários agora está se desdobrando por meio das doações para falarmos sobre esse grande autor.

E sem querer, estamos, pois não era o objetivo principal, realizando também um trabalho de incentivo à leitura.

Ainda não é possível realizarmos essa atividade com nosso outro título de HQ, Estella Vic: 1922 e o Manifesto Futurista por que ainda estamos cobrindo os custos. Mas acreditamos que para os próximos projetos vai ser possível realizar essa tarefa: doar uma parte e, assim, incentivar o hábito da leitura.

Com isso também contribuímos com a divulgação da HQ nacional e independente.

E acreditamos que um dos problemas que a HQ nacional e independente sofre esteja aí. Faltam exemplares em locais públicos, o acesso a esse material.

Não apenas isso, também é importante o trabalho com a leitura. Porém ter o material disponível é um grande passo.

Não é algo que possa ser cobrado de cada produtor, pois gera custo e é um negócio. Mas seria interessante se nas compras governamentais houvesse uma parte voltada para compra desse material, pois geralmente são produções independentes ou pequenas editoras.

Como poderíamos resolver essa questão: divulgar a HQ nacional e independente e ao mesmo tempo incentivar a leitura?

Siga nossas redes sociais e acompanhe nossos projetos de quadrinhos nacionais, todos feitos por meio do crowdfunding.

Deixe um comentário