7 personagens negros dos quadrinhos no Brasil

 

Selecionamos uma pequena lista com 7 personagens negros dos quadrinhos na Brasil.

A proposta aqui é mostrar um pouco desses personagens e incentivar o leitor a buscar mais informações e ampliarmos, assim, a lista.

Levamos em conta alguns bem populares do público em geral e outros, nem tão conhecidos assim, mas que já estão sendo apresentados em eventos de quadrinhos como o FIQ e a CCXP.

E vamos à lista, lembrando que você pode nos ajudar e indicar mais personagens.

 

Pelezinho

O personagem foi criado por Maurício de Sousa em 1976 em uma parceria com o jogador Pelé. De início, foi publicada nos jornais. Depois virou uma revista.

A revista do Pelezinho foi impressa entre 1977 a 1986, sendo um grande sucesso. Vários personagens secundários foram sugestões do próprio Pelé a partir das lembranças de infância.

O personagem ressurgiu depois em 2012, sendo republicado algumas das revistas, passando por um redesign.

 

Megasônicos (Dito Terrine)

 

 

Criado pela Valu Animations, Dito Terrine é um garoto de 13 anos que ao lado de do amigo Art Doneriti combate o vilão Victor Lara, na série Megasônicos.

Há uma série animada que você pode conhecer aqui.

Eis a sinopse:

“Dois garotos encontram um artefato, que os levam ao encontro de DROIDS muito pirados, que querem salvar o planeta de um perigoso vilão, chamado Victor Lara.

  Esse vilão roubou uma antiga tecnologia dos MEGASÔNICOS no passado.

O único medo que Victor possui é a concretização de uma lenda que diz que novos guerreiros de coração puro surgirão e trarão a sua derrota.”

 

Jeremias

 

Mais um personagem criado por Maurício de Sousa em 1960. Foi o primeiro personagem negro da Turma da Mônica.

Em 2018, nas mãos dos artistas Rafael Calça e Jefferson Costa, tornou-se um grande sucesso, com uma reinterpretação do personagem no lançamento da Graphic Novel Jeremias: Pele.

 

Machado de Assis

 

O escritor Machado de Assis tornou-se personagem de história em quadrinhos pelas mãos dos artistas Marcelo Alves e  Sami Sousa no livro de HQ Machado de Assis: caçador de monstros.

Na história, o jovem escritor Machado de Assis ao lado de seus principais personagens literários (Brás Cubas, entre outros), resolvendo uma série de mistérios pelas ruas do Rio antigo no século XIX.

Está previsto o segundo volume para 2019. 

 

Alika

 

É uma capoeirista criada por Danilo Aroeira em 2014. A personagem faz parte do universo de Samurai Boy.

Para mais detalhes, você pode ler a aventura “O segredo da capoeira”.

 

Tom Santos

 

Criado pelos artistas Marcelo Alves e Maris Queiroz e publicado em 2018, é um repórter da década de 20 que protagoniza ao lado de Estella Vic o livro em quadrinhos “Estella Vic: 1922 e o Manifesto Futurista”.

Na história, uma artista plástica pretende explodir o Theatro Municipal de São Paulo no primeira dia da exposição da Semana de Arte Moderna. A repórter Estella Vic, ao lado de Tom Santos, irá impedir esta tragédia.

 

Orixás

 

 

É uma série em quadrinhos, de grande sucesso, criada por Alex Mir com a participação de vários ilustradores.

Os dois primeiros volumes, Orixás – em guerra e Orixás – do Orum ao Ayê apresentam a mitologia africana de origem Yourubá.

Orixás – do Orum ao Ayê foi indicado para o PNBE em 2011. Orixás – em guerra foi publicado em 2017.

 

Gostou da lista? Fique à vontade para compartilhar e divulgar o trabalho dos nossos artistas nacionais.

Deixe um comentário